Home > Novidades > Como Conviver com o Diabetes

Como Conviver com o Diabetes

Lidar com a diabetes pode ser frustrante e desafiador, mas também pode ser recompensador. A diabetes atinge todos os aspectos da vida – desde a preparação dos alimentos até a organização de um almoço em família ou com os amigos, as amizades e as interações no trabalho.

Conviver com a diabetes em uma vida cheia de outras responsabilidades requer capacidade de adaptação e muita energia para equilibrar o controle dos níveis de glicose no sangue com outras prioridades físicas, emocionais e sociais. Na realidade, o controle envolve esforço em tempo integral. Mas você pode conviver com a diabetes sem interromper completamente sua vida. Lidar com a diabetes pode ser frustrante e desafiador, mas também pode ser recompensador. A diabetes atinge todos os aspectos da vida – desde a preparação dos alimentos até a organização de um almoço em família ou com os amigos, as amizades e as interações no trabalho.

Conviver com a diabetes em uma vida cheia de outras responsabilidades requer capacidade de adaptação e muita energia para equilibrar o controle dos níveis de glicose no sangue com outras prioridades físicas, emocionais e sociais. Na realidade, o controle envolve esforço em tempo integral. Mas você pode conviver com a diabetes sem interromper completamente sua vida.

Como se comprometer com o tratamento da diabetes

Na maior parte do tempo, sabemos exatamente o que fazer para manter nossa saúde e bem estar. A parte difícil é realmente fazer tudo isso. Estamos familiarizados com as repetições diárias: escovar os dentes, fazer exercícios diariamente, reduzir a gordura e o colesterol, reduzir o estresse, limitar o consumo de álcool e ir ao médico para realizar check-ups. Mas quantos de nós fazem essas atividades realmente? Bem poucos. Então, não é nenhuma surpresa a dificuldade de lidar com a diabetes de modo consistente. Sabemos as tarefas que os diabéticos devem realizar: tomar medicação, medir os níveis de açúcar no sangue, seguir uma dieta, fazer exercícios regularmente e manter os registros precisos e atualizados. Mas, realmente é difícil porque são tarefas que têm que ser feitas para o resto da vida. Então, como lidar com tudo isso?

Pesquisas provaram que o controle dos níveis de açúcar no sangue pode diminuir o risco de complicações relacionadas à diabetes, como cegueira ou problemas renais. Também pode retardar o avanço em pessoas que já tenham sinais dessas complicações. Além disso, os diabéticos devem administrar os níveis de açúcar no sangue para proteger a saúde e ter uma vida produtiva, saudável e longa.

O problema para a maioria das pessoas parece ser a motivação. Os especialistas dizem que o diabético tem que passar por um período de adaptação antes de começar uma nova rotina. Algumas pessoas levam muito tempo para se adaptar, outras se adaptam mais rapidamente. O tempo de adaptação depende dos obstáculos que surgem e da disposição para superá-los.

O controle da diabetes não acontece de um dia para o outro. É um processo lento e de paciência. Mas você não está sozinho. Muitas pessoas tiveram sucesso – e você também pode ter.

Adapte a diabetes à sua vida

Não é fácil adaptar a diabetes à sua vida sem torná-la o centro da sua existência. Mas, as pessoas que se comprometem com isso descobrem que podem realizar as demandas da diabetes calmamente, sem fazer um grande esforço. Elas fazem os testes para avaliar os níveis de açúcar no sangue rotineiramente, ajustam as refeições, as atividades ou o medicamento para diabetes de acordo com suas agendas. Elas aprendem a adaptar a diabetes ao seu estilo de vida. Para elas, os cuidados com a diabetes vêm naturalmente como escovar os dentes. Se você está com problemas em administrar a diabetes, tente as dicas abaixo.

Tenha muitos itens para acompanhar sua diabetes, como lancetas, tiras de teste, medicamentos para diabetes, seringas e tabletes de glicose ou suco, à disposição. Veja se você tem baterias extras para o medidor de glicose e uma caneta extra para marcar os resultados do açúcar no sangue. Um nécessaire ou uma frasqueira podem deixar os objetos juntos, organizados e portáteis. Pense em ter dois medidores, um em casa e outro no trabalho, com acesso fácil.

Compre os alimentos adequados para facilitar o cuidado com a diabetes. Se precisar comprar sobremesas e outras tentações para sua família, guarde-as longe do seu alcance. É difícil resistir às tentações que estão diante de você.

Se você estiver perdido, peça ajuda da família e dos amigos para que eles lembrem você dos testes e medicamentos. Mas, lembre-se de que o seu teste não é responsabilidade deles, é sua.

Crie maneiras de lembrar. Deixe o medidor em um lugar óbvio para que você lembre de fazer o teste. Deixe anotações para você mesmo em lugares de fácil visualização. Sincronize o teste e/ou medicamento para coincidir com outras atividades diárias (por exemplo, quando for fazer o café de manhã, faça o teste do nível do açúcar).

Estabeleça uma rotina. Parece muito óbvio, mas se você estabelecer uma rotina para esses cuidados, a administração da diabetes será uma resposta automática, mesmo quando você estiver estressado ou sob pressão por outros motivos que não a diabetes.

Não deixe que o tratamento da diabetes prive você de fazer o que realmente quer fazer. Com testes freqüentes e cuidados adequados, é possível participar de quase todas as atividades que você gosta.

As pessoas que têm sucesso no controle da diabetes aprenderam a resolver os problemas. Essa é uma habilidade que requer prática. É importante que você trabalhe para desenvolver suas próprias capacidades de resolver problemas.

Comece definindo o problema e identificando as barreiras que tem que resolver. Seja o mais específico possível. Talvez você reduza seu programa quando não houver tempo para o jantar. Você e seu cônjuge acabam de chegar do trabalho, você pegou as crianças em vários lugares: escola, escolinha de futebol, biblioteca. Todos estão com fome e cansados. Você teve um péssimo dia de trabalho e também está cansado. Você quer ouvir como foi o dia de cada um, mas eles falam todos de uma vez. Você precisa comer, mas o jantar não ficará pronto rápidamente, então você pega a primeira coisa que vê na geladeira. Aí se lembra de que esqueceu de tomar o remédio para diabetes ou de verificar os níveis de açúcar no sangue.

Nesse cenário, a estratégia é ter um bom controle na hora do jantar. As barreiras para superar o problema são diferentes para cada pessoa, com horários irregulares. Assim que você identificar os problemas e as barreiras, você irá descobrir os recursos para lidar com eles.

Tenha sempre à mão lanches saudáveis – cenouras cortadas, barras de granola e maçãs – até a hora que o jantar esteja na mesa. Organize um lanche para as crianças menores antes de ir buscá-los na escola. Os mais velhos podem fazer um lanche e levar para a escola e você pode fazer um também para comer antes de sair do trabalho. Você e seu cônjuge devem preparar e congelar algumas refeições que sejam fáceis. Talvez você precise trabalhar esse estresse, assim não volta para casa tão desgastado. Caminhe um pouco com seus filhos, antes ou depois do jantar, para ouvir como foi o dia deles.

Você vê como isso funciona? Quando você enfrenta problemas, você se dá conta de que tem opções para resolvê-los. Você se sentirá menos manipulado e com mais controle de si mesmo e do seu futuro. Se você acha que as soluções para seus problemas não são tão fáceis como os citados aqui, é aconselhável procurar livros, aulas ou até um diabetólogo. Faça o que for necessário!

Faça o que for necessário

É fácil ser complacente com o tratamento da diabetes, considerá-lo como outras preocupações – casa, filhos, família, escola, amigos, trabalho, etc. Mas você precisar dar prioridade a ele. O cuidado com a diabetes precisa ser importante para sua vida para que você continue a fazer o melhor para cuidar de você mesmo. Por quê fazer menos?

Seu programa de diabetes deve ser dinâmico, mudando com suas necessidades pessoais e com o progresso que as novas tecnologias e pesquisas trazem. Conseqüentemente, você provavelmente não irá seguir o mesmo programa pelo resto da sua vida. Já se foram os dias em que a pessoa tomava a mesma dose de insulina por 30 anos. E, a menos que você esteja em perfeito controle agora (poucas pessoas estão nessa categoria), cabe a você cumprir certas etapas para melhorar o seu nível de controle.

Se o que você está fazendo hoje não dá um excelente controle da diabetes, com as orientações do médico, passe para o nível seguinte de controle:

se você está fazendo dieta e exercício, pense em tomar um agente via oral;
se você toma um agente via oral, o médico pode querer mudar a dose ou experimentar outro agente;
se você alcançou a dose máxima com agentes via oral e os níveis de açúcar no sangue permanecem mais altos que sua meta, talvez você precise tomar insulina;
se o seu controle dos níveis de açúcar no sangue não forem adequados, faça de tudo para melhorá-lo – como tomar várias injeções diárias ou usar uma bomba de insulina.

A parte mais importante de conviver com diabetes é aprender a não ser um participante passivo no seu próprio tratamento médico.

Categories: Novidades
  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: