Home > Novidades > Pouco carboidrato durante a gravidez pode causar obesidade infantil

Pouco carboidrato durante a gravidez pode causar obesidade infantil

Os resultados do estudo liderado pelo professor Keith Godfrey, da Universidade de Southampton, na Inglaterra, indicam que uma alimentação com poucos açúcares e amido durante os nove meses modificam o DNA do bebê. Essa transformação no material genético mostrou-se diretamente relacionada a crianças com maiores tendências a obesidade durante a infância, mais precisamente dos 6 aos 9 anos.

De acordo com o Godfrey, é possível explicar a relação da modificação do DNA com a alimentação materna por meio de um olhar mais evolucionista. O organismo do bebê, teoricamente, entende que ele vai nascer em um ambiente com poucos recursos de energia, por isso, para se adaptar ao meio, sofre uma mutação genética que faz com que o corpo dele acumule mais energia de alguma forma.

Segundo Ciro Martinhago, médico geneticista, essa pesquisa é baseada nos conceitos da epigenética, ou seja, nos fatores que levam o organismo a “ligar ou desligar” determinado gene. De acordo com Martinhago, o fato de a mãe demonstrar deficiência de carboidratos em sua dieta acaba “ligando” um gene que predispõe a obesidade.

“São inúmeros os fatores que causam alterações genéticas em bebês em fase de formação, e a alimentação é uma delas”, afirma. No entanto, é importante ressaltar que uma predisposição não significa diagnóstico certeiro. A obesidade é multifatorial e depende de vários gatilhos para realmente se manifestar. O metabolismo da criança, sua alimentação no dia a dia, entre outros, também vão influenciar na sua saúde.

Os carboidratos, apesar do status de vilões e inimigos de quem quer emagrecer, são essenciais em uma alimentação saudável. São fonte de energia e ainda alimentam o organismo para que ele desempenhe suas funções vitais. Aliás, é a única fonte de energia aceita pelo cérebro, importante para o funcionamento do coração e todo sistema nervoso. Pães, massas em geral, bolachas, bolos, batata, mandioca, cereais, são todos alimentos ricos em carboidratos. Mas isso não significa, claro, que você está liberada para incluir todos esses alimentos no cardápio à vontade. Grávida ou não, o conselho dos nutricionistas é o mesmo: moderação.
Fonte: Crescer
Edição: A.S.

Categories: Novidades
  1. mjfelicio
    June 13, 2011 at 5:35 pm

    Eu adorei o seu Blog, vai ser muito útil para mim quando terminar o período de dieta em que estou.
    Acabei de fazer um blog sobre uma dieta de desintoxicação. se for interessante para você, entre e descubra.

    Vou colocar o seu blog nos meus favoritos!

    Por favor continue com os posts!

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: